terça-feira, 27 de junho de 2017

...

Sinto falta. Muita falta de escrever. Mas não sei, não sinto as palavras. Não sei rimar, não encontro o que dizer e nem como dizer. Estou num vazio. Contudo, desta vez é um vazio diferente. Quanto pode durar? Não sei. Nem quero dizer um mas seguido de esperança. Porque nem a tenho, nem a espero. Pelo menos não por enquanto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário