domingo, 29 de março de 2015

Hoje a luz que iluminava e fazia de março um mês de felicidade e encantos não quis sair, não pode sair. Não por causa das nuvens de um dia chuvoso, cinza e fresco. Mas sim porque o dia teria menos um sorriso na terra. A sensação é que há um vazio, um vazio bem grande que só tende a aumentar. Um vazio inacreditável que é real. Contudo, neste mesmo vazio, sinto que pode ser preenchido. E que vai ser preenchido de toda serenidade e alívio por saber que aquele sorriso, por hora perdido, encontra-se em paz. Livre para voar, liberto de qualquer dor. E, sinceramente, isso que importa. Assim, a luz da vida retorna e aquece os nossos corações lugar de onde você, tio Serginho, nunca vai sair. Descanse em paz que agora está tudo bem, como você me disse que ficaria. Levarei sempre comigo o seu abraço e carinho. 

sexta-feira, 20 de março de 2015

Sobre ela

Novamente ela precisava escolher, mas desta vez a escolha estava entre a carreira e o amor. Ela já havia visto este filme uma vez, embora agora a protagonista não fosse mais a mesma. Era certo que tudo se repetia, mas ela sabia que o fim não seria o mesmo. A escolha agora era dela, única e exclusivamente, e nada poderia intervir. Ainda mais que ela compreendia muito bem o que cada opção traria de consequência e estava disposta a enfrentá-las se necessário. Então, um belo dia, se viu pronta para decidir, pois havia encontrado algo em uma das opções. Algo que a fez se sentir tão plena, tão sem fim, como se seu coração estivesse em sintonia com a vida e o futuro, e como se nenhuma sombra de medo ou aflição pudesse atingi-la. E assim a fez. Ela escolheu para si a carreira, pois sentiu que nela encontrara o amor, a plenitude, a felicidade, a paz. Na carreira ela sentiu que teria os sorrisos antes perdidos, que nem o mais tão, aparentemente, sincero sentimento raro foi capaz de devolver. Assim, ela mudou a história do filme já antes visto o tornando, na verdade, um novo filme a ser visto. 

segunda-feira, 16 de março de 2015

Março.

Março começou mais florido, como se colorisse todo o mundo. Tirando da vida toda dor e trazendo de volta um sentimento de leveza e esperança. Março marcou o início de algo novo, de uma nova forma de se encantar e viver. Novos sonhos, caminhos e desejos. Gerando um certo desapego e uma vontade de crescer pro mundo, de voar mais vezes e mais longe. E que assim seja, afinal, a vida está só começando. 

terça-feira, 10 de março de 2015

Siga esse som...

"Siga esse som" de março sendo dedicado à um querido paulista de voz suave, ou seja, Pedro Alterio. Um puro talento, seja com a voz ou com as composições. Capaz de tranquilizar qualquer angústia. Sendo assim, segue "Passageira" recém descoberta por mim e que não vai deixar meus ouvidos tão cedo.

Passageira
(Pedro Alterio)

Eu vou na poeira da estrada
Só quero encontrar meu amor
Eu vou viajar de primeira
Eu vou na ladeira, mas vou

Se pego um vapor na Bahia
Ou tomo um recreio em Belém
No Rio atravesso de barca
Em Minas invento outro trem

Vida passageira que só
Sina viageira do amor
Sigo nesse rumo do sol
E nunca que eu te acho onde estou
Quando eu chego partiu, o pior ninguém viu
Eu tô pra ver alguém se perder 
Tô pra ver alguém se perder 
Tô pra ver...

Queimando o pneu no asfalto
Gastando sapato no chão
Eu vou procurando seu rosto no rastro da multidão

Eu rodo de bike em Floripa
Eu tomo um gaiolo em Manaus
Em Sampa consigo carona de um povo que vai pra Natal

Vida passageira que só
Sina viageira do amor
Sigo nesse rumo do sol
E nunca que eu te acho onde estou
Quando eu chego partiu, o pior ninguém viu
Eu tô pra ver alguém se perder 
Tô pra ver alguém se perder 
Tô pra ver...

Mas eu vou te encontrar
Mas eu vou te contar
Das terras que eu passei
Das brigas que encarei

Do tanto que eu sofri
A saudade que eu senti
Cidades que eu só vi de um imenso país

Vida passageira que só
Sina viageira do amor
Sigo nesse rumo do sol
E nunca que eu te acho onde estou
Quando eu chego partiu, o pior ninguém viu
Eu tô pra ver alguém se perder 
Tô pra ver alguém se perder 
Tô pra ver...


Enfim... Paulo Novaes!

Em menos de um ano tive o prazer de realizar um dos tantos desejos meus que me consumiam dia após dia: ir à um show do Paulo Novaes. Muito já falei sobre ele aqui, sobre o quanto é talentoso e maravilhoso e sobre o quanto suas composições fazem da minha vida algo mais especial e interessante. Contudo, mais que apenas levá-lo todo dia comigo, em meus ouvidos, faltava algo muito importante e essencial, ou seja, vê-lo ao vivo. 
Com plena certeza, dia 07 de março de 2015 será um dos dias mais incríveis da minha vida. Pisar em São Paulo pela primeira vez única e exclusivamente por causa do Paulo foi uma experiência inesquecível. Apesar da chuva e do jogo do Palmeiras prejudicando a chega ao fofo e aconchegante Brazileria nada poderia atrapalhar aquele momento. 
pocket show (logo após a realização do lançamento do livro de poesias "Meu caderno azul" da Gabriela Abreu), como era de se esperar, foi lindo. E para melhorar tudo, tive o prazer de bater um papinho com o Paulo (percebendo o quão fofo e simpático que ele é) e ficar sabendo que vem muita coisa boa por aí além do cd (#VoaPaulinho), filmar a entrevista para o blog "Ensaios em Foco" da jornalista Talita Guimarães (vulgo minha irmã), abraçá-lo (muito amor!) e ainda pude falar com a tão incrível Barbara Rodrix. Além de encontrar apenas 4 cds mega raros do Pato Fu no Brazileria, que já se tornou um dos meus lugares favoritos. 
Noite perfeita, não teria como ficar melhor. Mas "a vida é cheia dessas coisas que não se pode entender, tem tanta coisa nessa vida que não se deve entender", após sair do show eis que meu táxi parou em um sinal e no carro ao lado estava nada mais, nada menos que o Dani Black. São Paulo cheia de surpresas e coincidências. 
Enfim, Sampa deixou um gostinho de quero mais e logo. E que assim seja! 



Com a minha irmã Talita e o lindo do Paulo.

Com a Barbara Rodrix



domingo, 1 de março de 2015

Coisas que acontecem no twitter!

Por isso que eu amo o twitter, lá tem: Larissa Baq, Juca Chuquer, Bruna Caram e Fábio Cadore. E pra completar ainda recebo um e-mail mais lindo e muito esperado do Paulo Novaes! Internet, melhor lugar!