domingo, 25 de agosto de 2013

Dobradinha futebolística de domingo!

Dobradinha futebolística de hoje foi quase que de todo magnífico. Primeiro o meu Vasco jogou contra o Corinthians, ficaram na base do 1 a 1 o que tirou o brilho do momento. Contudo pôde-se perceber o motivo pelo qual o Juninho é muito rei, inquestionavelmente divo e inimaginavelmente genial, isso graças ao toquinho diferencial que resultou no gol do André. Passe de mestre e sem ter melhor forma ou palavras para descrevê-lo ficarei apenas com a lembrança do lance. A "tosquice" do jogo foi a furada do Yotún seguida pela trombada do mesmo com o Abuda, foi tosco, foi feio, embora engraçado, mas que não se repita. Faz-se necessário um goleiro e com urgência, sério, o Diogo é bom, mas ainda não está totalmente pronto (sim, fico nervosa com ele). O Pedro Ken sumiu, apareceu, sumiu, apareceu, sumiu de novo e ficou nessa de mau-contato durante o jogo todo. Ele tem dessas coisas, já saquei. O Cris (ai não, gente, o Cris não!) foi ruim, sim ainda estamos sem muita sorte com os zagueiros (alguém já reparou que os carecas que vieram do sul não deram muito certo por aqui? Isso foi só um comentário, uma curiosidade, nada definitivo!). A minha surpresa foi o Marlone, jogou muito e mereceu marcar, mas ainda não foi. Apesar de ter sido empate, fiquei contente diante da prova de superioridade que o Vasco deu no segundo tempo, se jogássemos sempre assim seria maravilhoso. Agora, o segundo jogo da tarde/noite foi o Sampaio contra o Treze. O que dizer do Paio que, embora meio embaraçado no começo, jogou muito e mereceu o placar que teve? E olha que hoje não foi um dos melhores dias do Pimentex. A "tosquice" (sim, sempre tem uma ou mais, nunca se sabe!) dessa partida foi o segundo gol do Treze, o Rodrigo Ramos defendeu, a bola subiu reta e, pelo princípio da física (viva a gravidade, ou não!),  desceu. Eis que o Rodrigo tentou dá um jeito só com a munheca, mas é óbvio que não rolou e no vai-quem-vai o jogador do Treze levou a melhor e se jogou contra a bola em queda livre que entrou desconcertantemente no gol do Paio. Foi tosco, foi feio e que não se repita. Contudo nada que abalasse a integridade de fazer gols do Tubarão. Tivemos dois pênaltis ao nosso favor, bem marcados a propósito, fim de jogo com 4 para o Paio e 2 para o Treze. E rumo a série B, Paio! 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Parabéns, parabéns!

A cada dia uma nova frase vai sendo escrita para a eternidade e nessa brincadeira de contabilizar frases, histórias já se tem 115 anos, completados exatamente hoje. O que dizer de ti que entrou na minha vida num momento tão delicado, de tamanha tristeza e que fez total diferença para que o meu mundo voltasse à ser colorido, com mais amor e esperança? Dificilmente alguém entende o motivo pelo qual és tão importante e especial, e eles nem precisam saber. Isso fica só entre nós. Vasco é mais que um time, é um amigo, uma felicidade, uma emoção, um amor, uma esperança, uma certeza, uma história, um sentimento que só pode ser vivenciado e que, por si só, já fez/faz/fará muita diferença na vida de várias pessoas. Parabéns pelo seu dia tão feliz, pelo 115 anos presente e fazendo nossas vidas bem melhores. Aos que não entendem o sentimento de liberdade que o futebol e que, no meu caso, o Vasco traz deixo o meu sorriso para que contagie os seus sentimentos e façam sentir pelo menos metade daquilo que sinto. 

Obs.: Nossa, estou muito feliz! Que essa felicidade se repita por muitos e muitos anos. 

Vasco! "São Januário, meu caldeirão!" 

sábado, 17 de agosto de 2013

Férias viajantes.

Voltei de 10 dias de nostalgia, reconhecimento e novidades, de experiências legais e momentos inesquecíveis. Ir à São Januário foi mais encantador do que esperava, conheci o Ricardo Gomes e assisti ao treino dos jogadores. Só não vi o Juninho, infelizmente, mas foi maravilhoso. Revi meus familiares e conheci meus priminhos. Enfim, foi muito bom. Ainda passei por Recife, meu eterno lugar amor. Muito embora eu tenha perdido os shows do Flávio Venturini e da Fernanda Takai, contudo ganhei um reply dela no Twitter. Haha 


Sim, é ele, o Ricardo Gomes! \o/

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Hey, ho, let's go!

Bom, está quase na hora de partir. Um até logo com vontade de adeus, pois a vontade de não voltar se faz maior e mais constante. Contudo, enquanto o adeus ainda não chega, contento-me em retornar e aguardar pela partida definitiva. Com a esperança de que a cada dia vivido ela se torna mais próxima, sendo isso que aumenta o meu desejo por viver e existir, por saber que em um futuro existe você e que, assim que possível , pode se tornar o presente. Vejo meus sonhos em você, quero estar contigo, quero morar em você. Já diria o Vinicius Calderoni, "por alguma razão que desconheço você veio morar dentro do meu querer" e isso se aplica muito bem. Vamos lá, Recife, torne-se real para mim. 

Obs1.: Chegando de madrugada no Rio de Janeiro, na volta, me encontrarei em seu território, Recife. Com o intuito de diminuir a saudade e reforçar minha vontade de você. 
Obs2.:Ser der na telha já fico por lá mesmo. Rs'

domingo, 4 de agosto de 2013

Siga Esse Som...


Chegou agosto e o tempo vai correndo diante dos nossos olhos. 

Balada de agosto
Zeca Baleiro

Lá fora a chuva desaba e aqui no meu rosto
Cinzas de agosto e na mesa o vinho derramado
Tanto orgulho que não meço
O remorso das palavras
Que não digo
Mesmo na luz não há quem possa
Se esconder do escuro
Duro caminho o vento a voz da tempestade
No filme ou na novela
É o disfarce que revela o bandido
Meu coração vive cheio de amor e deserto
Perto de ti dança a minha alma desarmada
Nada peço ao sol que brilha
Se o mar é uma armadilha
Nos teus olhos