domingo, 29 de maio de 2011

Vasco, com time reserva, vence o América-MG .

elton vasco gol américa-mg (Foto: Alexandre Loureiro / FOTOCOM.NET)
Foto divulgação: http://www.globoesporte.globo.com/

Depois da vitória contra o Avaí pela Copa do Brasil, eis que o Club de Regatas Vasco da Gama enfrentou hoje pelo campeonato Brasileiro o América-MG.

Com a cabeça na final da Copa do Brasil,  Ricardo Gomes resolveu utilizar o time reserva poupando, assim, os titulares que enfrentarão o Coritiba. Fernando Prass foi o único titular, e Bernardo o destaque.

E com o time reserva em campo, o resultado da partida não poderia ter sido melhor. Aos 8 minutos do primeiro tempo,  Leandro invadiu a área e foi derrubado por Thiago Carleto. O árbitro marcou pênalti à favor do Vasco. Quem bateu foi o camisa 31, Bernado, que cobrou com força no canto direito de Flávio. 1 a 0 em São Januário.

Entre jogadas de destaque, aos 39, Jéferson cortou para a esquerda e mandou no cantinho, de fora da área, mas a bola levemente bateu na trave direita de Flávio, indo para a lateral. Encerrando o primeiro tempo. Na volta do intervalo Bernado foi substituído por Enrico, que não esperou muito para marcar o seu, o passe saiu de uma linda caneta dada por Jéferson em Leandro Ferreira que deixou Enrico frente a frente com o gol.

Para encerrar a partida com chave de ouro, aos 45 do segundo tempo, Misael passou pelo marcador, chutou cruzado,  a bola foi de encontro ao Elton, que chegou de carrinho empurrando-a para o gol. Fim de papo em São Januário. Vasco, 3 e América-MG, 0.

O destaque da partida foi, com certeza, a Muralha da Colina, Fernando Prass e suas maravilhosas e milagrosas defesas. E a expulsão do Dudu, volante do América, que comenteu mais uma falta e recebeu um segundo amarelo.

Com vitória, o Vasco chega a seis pontos no Brasileirão e divide a liderança com o Atlético-MG. Agora, é concentração total para a primeira partida da final da Copa do Brasil, contra o Coritiba. Quarta-feira, às 21h50, em São Januário. 

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Errar...


Errar, é muito fácil realizar tal atitude. Difícil mesmo é identificar, assumir e consertar o erro. Talvez as pessoas não erram por querer, nem não peçam desculpa para não ter o ego ferido. Talvez não assumam o erro por simplesmente não percebê-lo. Quem sabe aquilo tenha se tornado tão natural que passa até despercebido.

Dizem por aí que persistir no erro é burrice. Bom, eu não acredito nisso, pelo menos não mais. A vida é bem mais do que erros e acertos. Errar chega a ser inerente o ser humano. Quem nunca errou?

Não nego que existem erros e erros, e que analisá-los e classificá-los de maneira semelhante seria injusto. Entretanto, deixar que um erro transforme, domine e vire a nossa vida de cabeça para baixo é dar importância a inutilidade.

Errar é aprender, errar para melhorar. Quem reconhece seus erros é sábio, pois aprendeu a aproveitar cada instante da vida sem se martirizar, aprendeu a real função do erro.

Errar nos dá a oportunidade de sermos humildes. Começo a acreditar que a função do erro seja até mais importante que a do acerto, porque ele chega a ser um medidor de solidariedade. Por vezes os acertos afastam as pessoas umas das outras, podendo até gerar sentimentos ruins. Já o erro, testa os sentimentos bons existentes dentro de cada um de nós.

Não é o erro em si, mas o que ele pode nos ensinar.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Hoje tem, hein?!

Foto Divulgação: http://www.vasco.com.br/
Estádio da Ressacada, na bela Floripa, palco do jogo de hoje a noite. Avaí e Vasco da Gama disputam uma vaga para a final da Copa do Brasil.
Vindo de uma derrota contra o Flamengo pelo campeonato brasileiro, os donos da casa, enfrentaram o Vasco, que venceu de virada o possível adversário da final, o Ceará, também pelo Brasileirão.

Ambos lutam com todas as forças, sem perder a esperança de vitória. Determinação não faltará.  A sorte está lançada, agora é esperar e conferir a atuação dos times.

Então, temos um encontro marcado às 21h50, Avaí e Vasco pela Copa do Brasil. E é claro, o desejo cruzmaltino de vitória predomina. Cruzaremos os dedos para levar vibrações pra lá de positivas ao nosso Vascão. Que venha a vitória! /+/ Até...

terça-feira, 24 de maio de 2011

Siga esse som...

Ninguém
Pato Fu
Composição : John

O céu um círculo fez
E eu o que fiz?
O mesmo outra vez
O sol nasceu e morreu
E eu ainda não
Um dia, talvez

Sem incomodar ninguém
Nem me fazer notar
Volto ao mesmo lugar
Vou esperar ninguém
Ninguém

Os cães latem pra me censurar
Mas nem vou argumentar
Com indivíduos assim
Tão só
Que quase posso escutar
O dia matar
A noite que chega ao fim

Sem incomodar ninguém
Nem me fazer notar
Volto ao mesmo lugar
Pois vai estar lá ninguém
Ninguém...
Pato Fu





segunda-feira, 16 de maio de 2011

Laboratórios da minha vida!


Quando estou no IFMA, o que mais me alegra são as aulas de laboratório. Um misto de sensações, entre euforia e desespero, sinto de tudo um pouco. A vontade de descobrir algo novo, de sair da monotonia das aulas teóricas. Dispositivos, elementos, máquinas, gráficos, programas, tudo torna-se mais interessante na prática.

Do início ao fim da aula, tudo pode acontecer (diodos zener's podem até brilhar como se fossem led's!oO). Cada detalhe é único e extremamente importante, pois os que passam despercebidos fazem muita falta na hora do "grand finale", ou seja, o relatório. Sim, o relatório exigido por cada professor ao término de cada prática é a hora de maior tensão (perdoem o trocadilho eletrotécnico!).

Fazer um relatório impecável é tarefa que nem super-herói deseja receber. Detalhes e mais detalhes. Anotar tudo que o professor diz não é suficiente, pois sempre faltará algo (experiência própria falando mais alto aqui!). Entretanto, a sensação de estar em um laboratório é maravilhosa. Ele nos permitem manifestar opiniões, dúvidas ou qualquer tipo de comentário sobre a aula (evidentemente!) sendo considerado bem-vindo pelo professor e demais companheiros de turma e, por final, faz com que a relação  aluno-professor torne-se bem mais amigável.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

O sentido do futebol.

fotodivulgação: http://www.claudiocruzlima.blogspot.com/
Parece que já virou moda desvirtuar o sentido das coisas. Com o tempo, as pessoas vão criando hábitos errados que geram ações impensadas, que por consequência criam uma profunda dor de cabeça e muito, mais muito arrependimento.

foto divulgação: http://www.gazetaonline.globo.com/
Dentro e fora do campo, tais atitudes destroem tudo de mais saudável que o esporte pode nos proporcionar. O futebol existe para o entretenimento, para alegrar e até mesmo como uma maneira de manter a forma física, sem contar que ensina conceitos de união, companheirismo e espírito de equipe. Deixando-nos como lição a importância que as outras pessoas possuem em nossas vidas, que não estamos e nem podemos viver sozinhos.

Entretanto, todos esses conceitos caíram no esquecimento. E o pior, as atitudes de selvageria, discriminação e intolerância estampam as manchetes dos jornais sem a menor cerimônia. Como se fossem as coisas mais banais do mundo.

Pois bem, já passou da hora de mudarmos esta infame realidade. De agirmos com um pouco menos de emoção e com um pouco mais de razão.

foto divulgação: http://www.oamorcontagiaalegria.blogspot.com/

domingo, 8 de maio de 2011

Rio Doce...

Rio Doce

Beto Guedes
Composição : Beto Guedes, Tavinho Moura e Ronaldo Bastos



Vai a me levar como se fosse
Indo pro mar num riacho doce
Onde ser é ternamente passar
São vidas pequenas das calçadas
Onde existir parece que é nada
Mas viver é mansamente brotar
Muito prazer de conhecer
Muito prazer de nessa rua ser seu par

Ao partilhar do teu calor
Você liberta a primeira centelha
Que faz a vida iluminar
A correnteza me levou
Me apaixonei em todo cais que fui parar
Cada remanso um grande amor
Por esses breves eternos momentos
Que tive o dom de navegar
São vida dos belos horizontes
Gente das mais preciosas fontes
Onde ser é ternamente brotar
Vai cantando as voltas do moinho
Onde a beleza teceu seu ninho
Mas viver é mansamente passar.

Mais uma vez Beto Guedes embala meus dias com sua bela voz. Nada melhor do que registrar a minha canção de hoje aqui no blog. Viajem nesse som...