terça-feira, 26 de outubro de 2010

Minha Mana Talita *-*


Ela me conhece desde o dia em que nasci, foi ela quem ficou tocando terror no corredor do hospital naquele lindo sábado de outubro de 1993 (segundo ela fazia sol, mas eu tenho lá minhas dúvidas!). O que falar da irmã mais velha mais especial do mundo todo?? Não tenho nenhum motivo lógico para ter escolhido logo hoje para falar dela, talvez por não ter nada para escrever ou por simplesmente amar muito essa menina e querer que todo mundo ( ou pelos menos os 10 seguidores deste blog! ¬¬) saibam o quanto ela é importante pra mim.
Talita Guimarães Santos Sousa, sei que a gente quase não se vê mais (dramática eu, hein?!), que nem sempre concordamos, que constantemente brigamos pela posse do computador, que caio em lágrimas quando você viaja (mesmo que seja pra casa de Saulo! #Euri), mas eu sei que sempre terá um espaço para mim entre você e a monografia.
Obrigada por ser minha irmã, por existir, por me fazer ir ao show da Garibaldo e o Resto do Mundo de uniforme da escola ( valeu mesmo *-*), por ficar feliz pelas minhas conquistas escolares, por achar que serei uma boa eletrotécnica, por achar minhas caretas e piadas engraçadas (isso depois de uma explicação detalhada da piada, claro!), por ficar assustada com minha altura cada vez que chego do seu lado e obrigada por mais uma infinidade de coisas.
Quanto à monografia, pode ter certeza que sempre terá meu apoio e compreensão. Sempre estarei do seu lado em qualquer que seja seu projeto, seus planos. E quando precisar de uma eletrotécnica pode chamar que eu faço um desconto ( Ué, pensou que meus serviços seriam de graça?? Tô estudando pra quê, mermã?! aushuahsua, bricadeirinha, viu?!). Amo-te muito!!!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

A arte de ser CRIANÇA.

12.10.2009

Dia bom esse, hein?! Reservado pra desenhos, bricadeiras, brinquedos, pausa  para aquele almoço gostoso, descanso e mais bricadeiras até dizer já chega! Bom, pelo menos era assim quando eu era guri! Posso até dizer que era um dia bastante esperado. Ficava louca de alegria quando pintava 1º de outubro, pois eu sabia que era (e ainda é, viu?!) um mês repleto de possibilidades (tá bom, tá bom... eram só duas... pô dá um desconto eu era guri! ). Logo de cara dia 12 , dia da pirralhada, onde todas as crianças ficavam em casa para azar dos pais, pois não tinha aula e ainda por cima tinha gastos extras com presentinhos, depois vinha meu super, hiper, mega niver, que era outra felicidade, mas não é sobre ele que vou relatar agora. Enfim, hoje é dia 12 de outubro de 20o9,  e posso ver o quanto o interesse da gurizada mudou em relação aos presentes, pior posso comprovar. Tipo, hoje acordei felizona pensando: "caramba, é dia das crianças!", mesmo eu não sendo mais tão criança assim, é feriado né?!Então, resolvi fazer algo que não fazia há tempos: tomar café da manhã na cama da mamãe assintindo tv. Tudo ok se não fosse pelo simples detalhe de estar passando Mais Você com Ana Maria Braga e Louro José (só pra quem não sabe) até aí tudo bem, exceto por uma competição entre atores mirins com seus amiguinhos valendo advinha o que? Se fosse na minha época de criança (e na sua também) seria um super briquedo, mas não o prêmio era um super, hiper, mega MP5! Putz... eu só fui ganhar um desse com 14 anos, pior nem era um MP5 era um MP4 e eu ainda o tenho e olha que  já vou completar 16 anos!Se eu fosse analisar pela idade daquelas crianças eu diria que a infância se reduziu e isso me deixa meio que triste, pois o que adianta um mundo desenvolvido, cheio de tecnologias se não existem mais crianças de verdade?! Ser criança não é agir feito um bobo, nem tentar ser o que a idade não lhe permite e sim deixar que cada coisa venha a seu tempo como sempre foi e como sempre vai ser, independentemente de toda inovação que apareça!

------------------------------------
12.10.2010

Pois bem, um ano se passou desde o texto acima e o que mudou?
Só as tecnologias, que por mais que tentem não vai simplesmente estagnar (minha profissão não permite isso!). As crianças continuam tentando não ter a idade que possuem, mas se ainda me resta um pouco de esperança, creio que ainda exista no mundo crianças como a que fui. Mesmo assim, o dia das crianças é, para mim, um dia perfeito. Onde sonhar é tão importante, que nada (nada mesmo) pode impedir que esses sonhos se realizem. Por isso, não deixem morrer a criança existente dentro de cada um de nós, caso isso aconteça a vida vai se tornar triste, sem sonhos, nem perspectiva.

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Odiar

Não sei o que leva uma pessoa odiar a outra sem motivos (se é que existem motivos para odiar alguém!), ou será que seria convincente essa dizer que odeia esta por ela, simplesmente, existir.
Não quer dizer que você deva sair por aí dizendo que gosta de todo mundo (soaria muito falso!). Desejar mal à alguém é algo muito forte e até perigoso.
Tá certo que existem pessoas que não simpatizo, não gosto pelas atitudes, pelo comportamento, enfim... mas não é por isso que saio por aí desejando o mal. Pelo contrário, não quero que nada de ruim aconteça com elas.
Acho que eu não deveria dar tanta importância às coisas que me dizem, porém isso se torna mais difícil de "deixar pra lá" quando alguém diz: - te odeio, porque você existe! Mesmo que tenha sido de brincadeira, não importa. Não é mesmo?! Você acaba se perguntando, o que será que fiz de tão ruim? Nascer? Eu não pedi para nascer, se eu nasci é porque para alguém sou importante. Não gosto de sentir que odeio alguém, gostaria que tivessem esse mesmo sentimento por mim. Será que é tão difícil assim?

Esse texto é mais um desabafo da realidade, da convivência do que outra coisa, não se importem, por favor!Obrigada pela atenção.